Quando é hora de reposicionar o negócio?

O mercado para todas as atividades, indústria, comércio (varejista e atacado) e serviços, tem mudado muito. Assim, os setores produtivos estão tentando se adaptar às novas formas de concorrência, o que os faz queimar etapas na cadeia produtiva. Para o doutor em economia, docente do Departamento de Economia da UNESP/Jaboticabal e coordenador do Núcleo de Conjuntura & Estudos Econômicos da UNESP/Araraquara, Elton Eustáquio Casagrande, a revisão de negócios não precisa esperar um problema, pois a atualização empresarial é sempre necessária. Os indícios, no entanto, surgem quando a quantidade de demanda ou vendas reduz, os custos aumentam e as margens diminuem, ou ainda quando ambos acontecem e a empresa perde mercado consumidor.

Outros fatores também indicam a hora de reposicionar:

- Desgaste da marca;

- Mudança do perfil do consumidor;

- Lançamento de novos produtos;

- Inovação do negócio ou produtos;

- Reestilização da marca;

- Penetração em novos mercados;

- Mudança na concorrência;

- Nova oferta de valor ao público e

- Situação econômica adversa. 

 

Quer saber mais sobre economia? Elton Casagrande semanalmente publica o Boletim Informativo Econômico da Unesp. O objetivo é acompanhar as condições econômicas do interior paulista e da região metropolitana de São Paulo por meio de um indicador de atividade econômica para as instituições públicas e privadas.

A publicação é vinculada ao Núcleo de Conjuntura e Estudos Econômicos do Departamento de Economia da Faculdade de Ciências e Letras da UNESPcampus de Araraquara,em parceria com a Assessoria de Comunicação e Imprensa da Reitoria.

O informativo pode ser acompanhado no link: https://www2.unesp.br/portal#!/infonomico/